*** 2014, COLHEITA pelo princípio da HONRA! ***

DÍZIMO, OFERTA E PRIMÍCIA

COMO ENTREGAR O DÍZIMO A OFERTA E AS PRIMÍCIAS

Deus deseja trazer para sua vida a prosperidade completa, no espírito, na alma e no corpo, e, para tanto, as fortalezas de alma que foram levantadas durante sua vida com relação ao assunto prosperidade precisam ser quebradas. Depois de ler este estudo, você terá a oportunidade de fechar as brechas e encerrar os argumentos do diabo contra sua prosperidade.

Abra o seu coração, seja fiel e tenha a disposição de honrar ao Senhor com os seus bens, e com as primícias de toda a sua renda; assim se encherão de fartura os seus celeiros, e transbordarão de mosto os seus lagares.” (Provérbios 3:9-10).

O dízimo
O dízimo é intocável e inegociável; não é nosso, é do Senhor. Quem atrasa o dízimo precisa quebrar esse decreto de maldição (Levítico 27:30-34). Quando você não entrega o dízimo, está tirando o que é de Deus. O dízimo é a expressão da nossa fé. Quem não crê não entrega o dízimo e ainda alimenta pensamentos de que está dando dinheiro ao Pastor. Quem alimenta esses argumentos no coração está fechado às possibilidades de fidelidade.
   
Todas as pessoas que são dizimistas fiéis não passam necessidade. Podem até passar algumas situações complicadas para honrar compromissos, dentro da sua realidade; mas não foi Deus quem fez essas dívidas. Se houve compromisso dentro de obediência, Deus é fiel e vai fazer próspera a sua sementeira.

Qualquer outro compromisso que tivermos não elimina o dízimo. Nem se deve usar o dízimo para honrar outros compromissos. Quem faz isso fica inadimplente com Deus, e a inadimplência gera falência e escassez. Muitos na Igreja não conseguem ser fiéis a Deus. Fidelidade é caráter irrevogável. No século em que vivemos, existem muitas propostas para sermos infiéis, mas a Bíblia diz que Deus é fiel conosco toda a vida (II Timóteo 2:13). Deus é a essência da fidelidade.

Quando Deus permite que você mergulhe nEle, através de uma experiência verdadeira, é natural que você sinta em seu coração o desejo de ser fiel a Ele. Fidelidade faz parte da característica de Deus, da Sua essência. As necessidades pessoais que você têm, como trocar de geladeira, por exemplo, não podem anular o compromisso de ser dizimista fiel.

Todo dizimista tem regalias diante de Deus.

A primeira delas é a porta aberta para a prosperidade. Só será fiel ofertante quem for fiel dizimista, e a porta da fidelidade se abrirá.

Todo dizimista tem o produto do seu trabalho em abundância (Habacuque 3:17).
Em Hebreus 7, está escrito que, na Terra, homens mortais administram os dízimos, mas estes são recebidos nos céus por Deus. Os dízimos que entregamos a homens, aos introdutores, etc, são confirmados nos céus.

Quem não dizima ata sua prosperidade.
Mas, o que fazer com aquele que atrasou o dízimo? Só o sacerdote com autoridade pode quebrar a sentença daquele que sonegou e atrasou o dízimo. Comece hoje algo novo no mundo espiritual a seu favor e impeça o diabo de prendê-lo com esse argumento.

Os dízimos e as ofertas encerram a maldição sobre a família e sobre o povo, tanto na questão individual quanto na social, é o que está escrito em Malaquias 3:1-6. Todo decreto de maldição criado por ignorância, que entrou em sua vida, será anulado e a bênção do Senhor, que não acrescenta dores, repousará sobre a sua vida. Deus mesmo repreenderá o devorador que estava no meio do povo.

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança” (Malaquias 3:10).

A oferta
A oferta é uma decisão nossa para com Deus. Na oferta, damos o quanto queremos, ou não damos. A oferta é a oportunidade que Deus nos dá para termos a bênção de sermos desatados no mundo espiritual. Na oferta, cada um diz quanto vai entregar ao Senhor.

Deus não precisa da nossa oferta. Você tem oferta para dar, porque Deus já lhe deu o suficiente para ofertar a Ele. Ele é o dono da nossa vida, o Senhor do nosso sustento, é Ele que nos dá a provisão para que possamos devolver a Ele. A oferta é, portanto, uma decisão do nosso coração.

Deus também falou que entregassem uma oferta movida. Que tipo de oferta é essa? É uma oferta de ação: eu vou agir para cumprir o propósito, eu vou entregar ao Senhor com toda seriedade do meu coração para ser honrado.

As Primícias
Entregar as primícias é um ato de fé e de coragem. Em Romanos 11:16, está escrito que assim como são as primícias, são toda a sua totalidade. Se você entregar as primícias tudo o que você fizer será bem sucedido. Precisamos entender a graça de dar tanto por qualidade de princípios como por quantidade. 

O Senhor nos honrará e seremos supridos em todas as nossas necessidades. Ninguém terá necessidade em sua casa, porque a bênção que chega sobre nós, sem acrescentar dor alguma, entrará em nossa casa. Chegou o tempo da entrega das primícias. Deus quer que guardemos o princípio de dar.

Ninguém nunca vai superar a Deus na graça de dar. Ele é o Senhor que libera a sua graça abundantemente com generosidade sobre a nossa vida. Deus é fiel. Se você devolver o dízimo, ofertar, entregar as primícias, virá a bênção sobre você, sua família, seu ministério, sobre todos os seus bens. Entraremos nas bênçãos das primícias, porque Jesus Cristo é a maior das primícias e, assim, selaremos a graça da provisão na casa do Tesouro.
   
Entregar primícias, dízimos e ofertas não é fazer nada para Deus, e sim, para nós mesmos, porque é obediência de princípio, e toda obediência gera prosperidade. O melhor lugar de se plantar é no terreno do Senhor, porque certamente colheremos a cem por um, é uma colheita no sobrenatural. Todos que estão em Jesus têm direito de ser abençoados. Quem entrega as primícias prospera na área financeira, espiritual e em todas as suas conquistas.

O céu não tem pacote de miséria para ninguém, só tem pacote de bênçãos para todos os que querem receber da parte do Senhor. Chegou o tempo das primícias, da entrega. Deus começa uma nova história para você, começa a mover o relógio dos céus na sua vida e você não será mais envergonhado.

Está escrito em II Coríntios 8:9 que “conheceis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre, para que pela sua pobreza fôsseis enriquecidos”. Esse é o Senhor da Glória, o Senhor dos céus, o Rei dos reis que faz alianças. Quem não quer trocar pobreza por riqueza? Todos querem. Essa é a natureza de Deus em nós. Ninguém quer fazer aliança com a pobreza, a não ser Roma, com a mentira do voto de pobreza, mas, no entanto, com uma sede milionária. Como alguém pode pregar a pobreza e viver na opulência? Que reino é esse? Porém, Jesus é assim: Ele toma a nossa pobreza, para nos dar Sua riqueza.

Jesus é o Senhor das primícias. Quando entregamos as primícias, toda a família é abençoada. Por isso, exercite entregar as primícias. Jesus tem uma aliança com você: assim como são as primícias será a totalidade (Romanos 11:16).

Entre hoje na colheita do Senhor obedecendo aos princípios de Deus.

DIZIME – OFERTE - PRIMICIE

(Ap. René Terra Nova)

Ultimas notícias - Gospel Jovens

Obrigado pela visita. Volte Sempre. Deus te abençoe.

Thanks for visiting. Always Return. God bless you.

 
Powered by Hildegrim Kilian - Obrigado pela visita. Volte Sempre. Deus te abençoe. Thanks for visiting. Always Return. God bless you.